APDESPbr - O CANAL DA PRÓTESE ODONTOLÓGICA BRASILEIRA

A gestão de laboratórios é o futuro do mercado protético

Com grandes inovações e técnicas renomadas, o Brasil continua sendo referência em odontologia no mundo. Com esse reconhecimento, a atuação de laboratórios de prótese brasileiros também têm ganhado destaque, mas alguns pontos no gerenciamento desses empreendimentos ainda precisam de aprimoramento. Para isso, é preciso entender a diferença entre administração e gestão de laboratórios.

Aqui, falaremos sobre os principais desafios desses empreendimentos no mercado e apresentaremos dicas para alcançarem resultados satisfatórios. Com essas informações, você, técnico em prótese dentária, vai entender como se preparar para o futuro do mercado protético com a gestão de laboratórios.

Para isso, nesta matéria contamos com a participação de Marcos Kogut e Thiago Kempen, fundadores da empresa K2Go, que desde 2019 atua com cursos e consultoria para o setor odontológico no Brasil. Acompanhe abaixo! 

 

Equipe K2go - Gestão de laboratórios
Membros da equipe K2Go

A diferença entre administração e gestão de laboratórios

A administração e a gestão de laboratórios são processos distintos, mas dependentes um do outro. Não é possível ter uma boa gestão sem a administração, e vice-versa. Na visão da K2Go, essa dinâmica funciona como um quebra-cabeças. Administrar é como se todos os processos fossem peças separadas que, depois de colocadas sobre uma mesa, precisam fazer sentido, e é aí que temos a gestão.

“Qualquer empreendedor faz a administração de seu negócio. De um jeito ou de outro, todos administram, seja fazendo anotações em um caderno, em uma planilha ou um sistema. Porém, poucos praticam gestão, ou seja, poucos organizam as informações da sua administração de forma que possam tomar decisões assertivas de crescimento e investimento de um jeito seguro, conhecendo seu ponto de equilíbrio, quanto custa o tempo de cada setor, qual o nível exato de contribuição de cada colaborador e onde se encontram os custos ‘invisíveis’.” (K2Go)

Podemos enxergar esse fato, por exemplo, na quantidade de horas de trabalho de grande parte dos proprietários de laboratórios de prótese. Enquanto buscam fazer uma administração satisfatória, precisam equilibrar o tempo para cumprir prazos de entrega de produtos, o que acaba resultando em longas jornadas diárias de trabalho.

 

“Os laboratórios de prótese normalmente são administrados diretamente pelos proprietários que passam muitas horas na linha de frente de atendimento, literalmente na linha de produção da bancada. Neste modelo de gestão existe o mito de que o laboratório não funciona como empresa sem o dono à frente. Por causa disso, eles trabalham muito mais horas no dia, cerca de 10/12 horas, em alguns casos até virando a noite para cumprir os prazos de entrega.” (K2Go)

A gestão de laboratórios é o futuro do mercado protético

O Brasil já é referência em técnicas e qualidade das peças protéticas. Agora, segundo a K2Go, o foco do mercado é o aprimoramento da gestão de laboratórios. Como vimos acima, a principal diferença entre esse ponto e a administração é que, na gestão, o objetivo é ter um planejamento estratégico que leve a resultados cada vez mais assertivos.

Entretanto, para isso, é preciso eliminar atitudes que impeçam o seu empreendimento de atingir esse objetivo. Essas atitudes podem estar em simples ações do dia a dia, como no exemplo que citamos referente ao horário de trabalho do protético, no conhecimento limitado do proprietário sobre otimização de processos do laboratório, entre outros pontos. 

“Esta cultura de falta de gestão, ou gestão caótica, é o que encontramos com frequência nos laboratórios brasileiros e este é o nosso primeiro grande desafio.  Costumamos dizer que o mercado brasileiro acha muito, mede pouquíssimo e não sistematiza nada.” (K2Go)

Sendo assim, o planejamento estratégico, a implantação de novas tecnologias, a preocupação com a saúde financeira e o uso de ferramentas de marketing são os principais pontos que diferenciam um laboratório de prótese preocupado com a gestão daquele que faz somente a administração.

“Ao ajudarmos os laboratórios a criar fluxos para os seus processos e a treinar as equipes para que tenham autonomia, dá-se início a um modelo de gestão que proporciona mais tempo livre e de qualidade para os donos e suas equipes. Não é por acaso que o nosso lema é ‘mais tempo para sermos humanos’.” (K2Go)

Gestão de laboratórios de prótese dentária
Marcos Kogut e Thiago Kempen, fundadores da K2Go, fazem palestra no 38º Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo

Analisando esses pontos, em qual das duas dinâmicas o seu laboratório de prótese dentária se encaixa? Seu empreendimento está preparado para o futuro do mercado? 

Saiba como e onde aplicar mudanças para obter uma gestão de laboratório eficaz

Segundo a K2Go, laboratórios de prótese dentária possuem características muito diferentes de outros tipos de negócios. Isso porque seu fluxo de produção passa por inúmeras variáveis e requer individualização, humanização e profundidade. 

“Isso gera complexidade na organização dos processos. Quando nos deparamos com a realidade de um laboratório, é muito comum encontrar custos invisíveis, retrabalho e falta de comunicação com os clientes. No corre-corre diário, os gestores não se dão conta de que, muitas vezes, escondidos na rotina de produzir, entregar e faturar, há potencial para muito mais. Inclusive para mais lucro.” (K2Go)

A dúvida é: como aplicar mudanças para alcançar esses lucros?

O ideal, de acordo com a empresa, é ter uma visão de longo alcance, baseada em quatro frentes fundamentais: Planejamento Econômico e Financeiro, Recursos Humanos, Processos e Marketing. “Sobre estes pilares é possível construir uma boa gestão de forma preditiva e não somente corretiva”, reforçam.

E, diferente do que muitos imaginam, é possível realizar essas mudanças mesmo em pequenos empreendimentos. 

“Na parte tecnológica, implantamos um workflow altamente eficiente no qual os processos passam a funcionar. No módulo financeiro, é feita uma abordagem para se conhecer a fundo a saúde financeira do negócio e, por fim, implantamos ferramentas de Marketing para comunicar todas as soluções e manter os clientes engajados. A metodologia aplicada foi adaptada de grandes empresas para laboratórios, clínicas odontológicas e de radiologia de forma que mesmo empreendimentos de pequeno porte possam se beneficiar de conceitos utilizados mundialmente.” (K2Go)

Como TPDs podem começar a aplicar essas mudanças no laboratório de prótese?

Identificar o seu modelo de negócio é fundamental para entender onde mudanças precisam ser aplicadas. Para a K2Go, tudo depende da disposição do empreendedor nessa virada de chave.

“Temos inúmeros exemplos de laboratórios que em pouco tempo mudaram a sua realidade.  Um cliente, por exemplo, gastava em média nove garrafas de 1 litro de resina para impressão 3D por mês. Durante a etapa de imersão, percebemos que o problema era causado por excesso de repetições por erros de processo. Depois disso, no mesmo período apurado anteriormente, este laboratório reduziu o consumo de resina para apenas duas garrafas por mês, com o mesmo perfil de produção do mês anterior. Em outro caso, o laboratório saiu de uma condição de “fundo de quintal” para empresa com CNPJ, funcionários, sala comercial e até impressora 3D” (K2Go)

Sendo assim, o primeiro passo é identificar a necessidade de mudança e tomar a decisão de transformar o seu empreendimento. Nesse sentido, o auxílio de consultorias pode ser uma boa alternativa, principalmente para técnicos em prótese dentária que têm pouca experiência com gestão e administração. Afinal, contar com quem entende da área é um diferencial competitivo para quem busca destaque no mercado.

Então, analise, planeje e comece a sua transformação. Mesmo com pequenos passos, é possível preparar-se para o futuro e atingir grandes objetivos com a gestão de seu laboratório. Para saber mais sobre a K2Go e o trabalho que realizam, siga-os no Instagram @comunidadek2go.

Fique por dentro do mercado da prótese odontológica!

Continue buscando aprimoramento e novos conhecimentos. A APDESPBR é a comunidade mais representativa da prótese odontológica na América, e você faz parte disso! Para facilitar essa união, agora somos uma comunidade digital. Na nossa nova plataforma digital, você pode ter acesso ilimitado a conteúdos de todo o mercado. Para acessar mais informações e fazer parte, clique aqui e Seja PRO! 

Estamos também nas redes sociais (@apdespbr e /apdespbr) e no Telegram. Acompanhe por lá os novos conteúdos e deixe sua mensagem! 😉


Redação Canal da Prótrese

Redação Canal da Prótrese

Deixar um comentário