APDESPbr - O CANAL DA PRÓTESE ODONTOLÓGICA BRASILEIRA

Mamá Motta é a torcida da odontologia brasileira no The Voice +

Você, da área da odontologia clínica ou laboratorial, que assistiu ao programa #TheVoiceMais no dia 24 de janeiro, se não reconheceu de pronto, certamente ficou com a sensação de que conhecia um dos artistas que se apresentaram na primeira fase do programa naquele dia. Vestindo boina e óculos de lentes amarelas, Waldemar, que mantém uma vida artística bastante ativa, apresentou Mamá Motta a milhares de espectadores no programa The Voice + da rede Globo, com estilo e segurança. 

Mamá Motta no palco do The Voice Mais
Mamá Motta se apresenta no palco do The Voice + [Reprodução GloboPlay]
O rockeiro de essência encantou a plateia virtual e os jurados do programa com a interpretação empolgante de um hit dos anos 60, ‘Unchain my heart’, de Joe Coker, “uma prova de que a música nunca morre” (Mamá Motta em entrevista ao Canal da Prótese).

A escolha da música, além da estima pelo rock e autor e intérprete Joe Coker, foi uma possibilidade de apresentar parte da sua capacidade vocal com a impressão de um drive que tirou elogios dos técnicos e fez com que todas as cadeiras estivessem à sua disposição na escolha do time. Cláudia Leitte foi a primeira a virar, em 14 segundos de apresentação.

Mamá Motta se apresenta para Ludmilla, Cláudia Leitte, Mumuzinho e Daniel no The Voice Mais
Mamá Motta em apresentação no The Voice + com jurados [Reprodução GloboPlay]
Com seu carisma peculiar, reconheceu o valor de todos os técnicos, teceu elogios, brincou, e escolheu a também carioca, Ludmilla, como técnica que orientará suas próximas apresentações. Essa é a vibe que Mamá vem imprimindo em sua atuação dentro e fora dos grandes palcos – leveza, atuação vibrante e diversão.

Agora segue em nova fase, cada vez mais emocionante. Resta saber qual será o estilo apresentado nos próximos dias, porque além de rockeiro, Mamá Motta se descobriu no canto lírico, canta ópera, e além de vocalista da ‘On The Rocks Band’ é o Tenor do ‘Quarteto Itália Nostra’. Isso porque diz que seu projeto de vida é a música – vive e deixa viver, emocionando e se divertindo por onde passa.

Quando soube dessa incrível experiência liguei no mesmo dia para Waldemar Motta, para me contar em suas palavras sobre o Mamá e essa fase surpreendente que vive agora em uma versão muito importante do #TheVoiceBrasil em resgate dos sonhos, que de fato não envelhecem. Uma baita edição, que está rendendo comentários muito positivos nas redes.

Mamá Motta no The Voice +

Waldemar tem o sorriso nas palavras (nota-se até ao telefone) e me recebeu com a alegria de quem está curtindo muito essa experiência, com leveza e sabedoria. Deixou claro que está se divertindo, que está ali para fazer sorrir, emocionar e vivenciar essa experiência, depois de anos de estrada.

 

Eu fiquei surpreso quando me ligou um diretor de conteúdo da Globo dizendo que tinha ouvido aqui em Petrópolis, através de um outro cantor, o André Tavares, que eu era uma referência de canto na serra e me convidou a participar das seletivas. Eu me inscrevi e comecei a participar, passei por 4 ou 5 seletivas. A primeira delas foi gravando uma música de forma simples, pelo celular, e enviando para a equipe”. (Mamá Motta em entrevista ao Canal da Prótese)

Mamá Motta participa do The Voice Mais
Mamá Motta em foto de Arthur Minea cedida pela equipe Gshow

E eu fiquei surpresa quando conheci sua história com a música, que começou bem cedo e ainda embala milhares de pessoas nos dias de hoje. Uma rotina intensa de estudo e apresentações artísticas em meio à vida agitada no empresariado brasileiro. (Conheça abaixo sua história com a odontologia).

A história de Mamá Motta com a música

Começou autodidata cantando e arranhando umas notas no violão do irmão mais velho, músico, violonista, que sempre tinha instrumentos musicais à disposição e, conforme ia evoluindo no aprendizado, o ‘upgrade’ para instrumento em nível acima fazia sobrar um violão para os treinos solitários do irmão menor.

Menor em tamanho, mas não em talento, que foi aflorando conforme crescia e estudava. Dessa paixão pela música nasceu o nome artístico Mamá Motta, criado aos 15 anos e adotado desde então. Sob influência de Beatles e Rolling Stones se uniu a outros jovens de Copacabana, onde foi criado, e montaram a primeira banda que alegrou muitas festas. Era o início da diversão.

Aos 19 anos passou a cantar em banda profissional, participou de diversos bailes famosos (Piraquê, Clube Caiçara, Clube Monte Líbano – para 5 a 8 mil pessoas) e chegou a gravar alguns compactos. Pensou em viver de música, mas percebeu o grande desafio e passou a se dividir entre o trabalho com a música e a vida profissional da maioria dos brasileiros – sempre mantendo as bandas.

Eu estudo canto desde os 19 anos e continuo cantando até hoje. Cheguei a cantar em algumas bandas conhecidas na época, como a Analfa, chegamos a tocar pelo Brasil afora e gravar compactos, e hoje eu tenho uma banda maravilhosa que se chama On The Rocks”. (Mamá Motta em entrevista ao programa The Voice +)

Participou das bandas ‘The Crows’, ‘Banda de 7 Leguas’, ‘Analfabiltles’, entre outras. É cantor internacional, com passagens por Itália, Japão, Alemanha, e cruzeiros marítimos. Como Tenor, desenvolve trabalho de canto lírico com o Quarteto Itália Nostra. E há 30 anos mantém um trabalho consistente como vocalista da ‘On The Rocks Band’.

 

Hoje, aos 68, seguia o circuito que chama de ‘mídia oculta’, embalando a diversão em bailes, festas empresariais e shows com a sua banda On The Rocks. Dos shows mais recentes o destaque fica com o Festival de Jazz do Dragão do Mar, em Fortaleza, para 2.000 pessoas; e no dia 13 de março, no Shopping Downtown, no Rio de Janeiro, para 500 pessoas, o último show antes da pandemia.

Agora, em grande exposição, segue em apresentação solo, na programação dominical na maior emissora do país. Acompanhe! Domingo, às 13:15 no Programa The Voice + da Rede Globo, a partir de agora no #TimeLud.

Sua história com a odontologia também sob influência da música

Aos 22 anos passou a trabalhar com navegação. Mais 22 anos depois, aos 44, já diretor de uma agência de navegação em São Paulo, Waldemar recebeu um convite do amigo e parceiro de banda Carlos Coppos para ir morar em Petrópolis e assumir junto a ele a diretoria da Wilcos do Brasil, como sócio-diretor – uma empresa de comércio e representações de produtos odontológicos, com solidez de mercado desde 1938. “Eu vim trabalhar com odontologia sem saber nem o que era uma broca, e até hoje eu não sei muito não, mas já consigo me defender”. (risos)

Mamá Motta e Carlos Coppos em festa da Wilcos
Mamá Motta e Carlos Coppos cantando na festa de 80 anos da Wilcos

Com seu parceiro de banda, Carlos Coppos, mantém o trabalho na Wilcos e na On The Rocks Band, onde divide o palco com o amigo, que é baixista, e Alexandre Bussay, teclado e vocal, Gargamel, guitarrista e Marcelo Berner, baterista. A banda é especializada em shows dançantes e já animou as pistas do Copacabana Palace, Iate Clube e Country Club do Rio de Janeiro, festas empresariais para marcas como City Bank, e ainda promete muito mais.

Mamá Motta e Carlos Coppos com a banda On The Rocks
Mamá Motta e Carlos Coppos no palco com a banda On The Rocks

Para quem conhece Waldemar dos Congressos Internacionais de odontologia clínica e laboratorial, palestras e reuniões comerciais em sua posição de sócio-diretor da Wilcos, é motivante pensar que conciliou todo esse tempo uma carreira bastante ativa nos palcos, com estudo de canto dedicado e apresentações intensas, que não se abalou com a carreira de empresário.

Comecei na odontologia por convite do Carlos Coppos, em 1998, eu era diretor de uma agência de navegação em São Paulo, tive dois filhos paulistanos, adorava São Paulo, mas não era meu projeto de vida para sempre. E aí o Carlos me convidou para trabalhar em odontologia, em Petrópolis, que é uma cidade muito agradável, onde estou até hoje”. (Mamá Motta em entrevista ao Canal da Prótese)

É um ramo também que eu fiz muitas amizades boas, acho o pessoal da odontologia muito maneiro, muito simples, e me adaptei à nova cidade e à nova profissão. 

A segurança emocional ficou evidente em sua apresentação e em sua postura sempre generosa e leve, típica de gente Grande, que cuida da sua criança interior, como ele anda brincando por aí. “Eu entrei no The Voice porque gosto muito do programa e tenho cabeça de criança, quero me divertir”. Além disso, recebemos algumas fotos de sua assessoria e desconfio que essa base te dá asas para voar e voltar para seu ninho criativo com todo gás. 😉

Mais de Mamá Motta e as próximas apresentações

Fique de olho, porque Mamá Motta segue em nova fase no programa #TheVoiceMais e a próxima apresentação será neste domingo, 21/02. As Audições às Cegas terminaram em 07/02, os times estão formados, com os técnicos Claudia Leitte, Daniel, Ludmilla e Mumuzinho.

Agora 48 vozes seguem na fase chamada “Tira-Teima”. A cada programa, três candidatos de cada time se apresentam, mas somente dois seguem na disputa. Nesta fase a participação do público é superimportante e, sinceramente, vai ser uma alegria acompanhar sua trajetória no #TheVoiceMais agora no #TimeLud

Eu já garanti meu horário na frente da tv neste domingo, espero que você também faça o mesmo. Torça, vote, participe, mas acima de tudo, divirta-se, como ele!

Quem também está na torcida e levantando uma galera a favor do carioca, amigo de toda gente, é sua prima Fernanda Abreu. Veia musical dessa família, swing e sangue bom!

Olha o post de @fernandaabreu em seu Instagram!

Agora, se além de curtir, votar, você também deseja contratar a banda, comprar o cd, ou apenas saber mais sobre essa turma sensacional, acesse o site oficial dessa galera show. Lá você encontra vídeos, uma galeria de fotos, sua história e o link de compra para o cd da banda, mas olha só, você pode curtir o som da On The Rocks Band agora mesmo no Spotfy – clique aqui!

Eu gostaria de convidar todos os amigos protéticos, dentistas, profissionais do ramo a me seguirem no @mamamottaoficial e vamos ver até onde eu vou no programa, mas já estou cantando e me divertindo, porque é isso o que importa! 

Mamá Motta em sua casa no Rio de Janeiro
Mamá Motta no jardim de sua casa, em Petrópolis, RJ

Vamos juntos torcer por Mamá Motta nas próximas fases?! Essa alegria toda de viver merece a nossa audiência, e nós merecemos essa alta vibração energética e musical!

Vai com tudo, Mamá Motta!! Vamos com você!!

 

Siga Mamá Motta no Instagram: @mamamottaoficial

Assista à apresentação na fase de audições às cegas abaixo e acompanhe a próxima apresentação neste domingo, dia 21/02, no #TheVoiceMais que começa às 13:15, na rede Globo.

 

 

 

Avatar

Maria Fernanda Marques

Gestora de comunicação e marketing na Cairós Humaniza. Especialista em branding, comunicação humanizada e planejamento estratégico. Acima de tudo, apaixonada por gente! E motivada pelas relações humanas e as boas histórias que delas resultam, sobre pessoas e marcas.

Deixar um comentário