APDESPbr - O CANAL DA PRÓTESE ODONTOLÓGICA BRASILEIRA

Montagem de dentes: para dentistas, técnicos de bancada e cadistas

Muito se fala sobre a importância da prótese total como conhecimento base para o bom trabalho dos técnicos em prótese dentária. Apontadas por muitos como a reabilitação das reabilitações traz conceitos importantes que precisam ser observados por todos os envolvidos na confecção das peças protéticas reabilitadoras.

A montagem de dentes é básica para toda a prótese dentária. A prótese total é a mãe das reabilitações. (Renata Vano)

Este texto, em específico, foi construído com base na Live transmitida dia 16 de junho de 2020 em nosso perfil do Instagram (@apdespbr) com a técnica em prótese dentária e convidada Renata Vano, no comando de José Henrique dos Santos, vice-presidente APDESPBR. Renata tem se destacado muito nos últimos anos nesta especialidade, tendo conquistado o título mundial em prótese total em campeonato nos Estados Unidos em 2017. De lá pra cá só tem expandido sua atuação, e seus estudos (sim, ela afirma que continua investindo em conhecimento)!

 

Atualmente a técnica brasileira é destaque em prótese total e agora com a disseminação da tecnologia digital aliada às confecções dessas peças protéticas, afirmando que já faz dentes e barra fresada, em protocolo totalmente digital. (Isso é um excelente assunto para uma próxima matéria, acompanhe o Canal da Prótese) E é dona de  um carisma e um sorriso fácil e cativante que vale adicionar em suas conexões. Esse foi o tom desta conversa, com muita qualidade e leveza – sua marca registrada.

Mas este conteúdo vem ressaltar a importância do conhecimento científico. E alertar: essa abordagem é direcionada a cirurgião-dentista, técnicos em prótese dentária de bancada e aos cadistas – que trabalham com desenho no software (CAD). Isso porque o conhecimento humano continua sendo o mesmo. E a integração clínica-laboratorial se dá tanto quanto os envolvidos no processo ‘falam a mesma língua’ e com o mesmo entendimento do caso. O que inclui materiais, equipamentos, softwares e, principalmente, o paciente!

Entender onde essa prótese total vai ser assentada e fazer uma leitura das bases remanescentes e a partir disso construir a oclusão, a função e a estética deste paciente.

Neste bate-papo muito rico em conteúdo e grandes dicas para quem deseja se especializar ou já trabalha com prótese total a técnica contou que seu primeiro curso de montagem de dentes foi em 2005. E já recebeu vários dentistas naquela época. Acrescenta: “imagina eu tinha 20 e poucos anos recebendo dentistas já formados há muito tempo, eu tremia. Mas era a minha oportunidade de colocar ali para eles o que era um laboratório. O drama que o laboratório passava.”

Segundo Renata essa experiência trouxe um aprendizado valioso, especialmente porque em contato direto com cirurgiões-dentistas passou a ter uma visão mais abrangente sobre o outro lado da comunicação com um laboratório de prótese – as clínicas odontológicas. Além disso, Renata passou a frequentar os consultórios odontológicos com frequência para fazer montagem de carga imediata ao vivo. Ela conta que ficava em um canto fazendo a montagem e o paciente já provava na hora e tinha que dar certo, ficar bonito e rápido.

Aí eu comecei a entender de suporte de lábio, comecei a entender de plano de oclusão. A dinâmica da musculatura em volta daquela montagem de dentes. Isso tudo é muito importante! É muito importante ver o paciente utilizando a prótese para você entender de flacidez de tecido, dos efeitos do envelhecimento. Então, eu cresci muito dando aula. Eu cresci muito dentro da clínica.

E essa bagagem toda Renata leva em seus cursos e treinamentos que realiza pelo Brasil e atualmente com bastante intensidade nos Estados Unidos. Com essa visão expandida garante que sem esse conhecimento os laboratórios passam por retrabalhos, ajustes e resultado inferior ao que poderiam entregar se existisse o mínimo de dedicação ao conhecimento humano/científico.

Pra quem vai fazer montagem de dentes no cad, se não souber de projeção de lábios vai ter que compensar depois na aplicação de cerâmica.

Afirma que a montagem de dentes é importante para os dentistas, para os técnicos em prótese dentária e enfatiza: para os cadistas.  “Aí o dentista pensa assim: para que eu vou fazer curso se eu não vou montar dentes? – Você não vai montar, mas vai entender o que é uma montagem de dentes.” E o conhecimento faz toda a diferença. Até para que a comunicação seja mais eficiente e promova um resultado mais satisfatório.

Pede atenção especial para quem trabalha desenhando as próteses no CAD e diz que temos que nos preocupar em oferecer uma formação mais adequada a estes profissionais. Citando a importância de terem uma visão mais ‘orgânica’ do trabalho. Porque especialmente pelo fato de lidar muitas horas com o computador o cadista tem que estar muito ciente que a peça confeccionada vai ser instalada no corpo de uma pessoa.

São recursos que são importantíssimos para vários segmentos. Mas em especial à turma do cad, eles precisam entender. O que é uma oclusão balanceada? Quando eu devo usar uma oclusão balanceada? O que é uma montagem com guia canina? Quando é importante fazer uma montagem com guia canina, ou não?

E justifica o porquê fala em cursos especiais para cadistas. “Então, eu vejo muita gente fazendo ‘a coisa’ bonita ali no software, mas na hora de ir pra boca… ‘ah, esse trabalho não da certo, o impresso não da certo, ou a cerâmica não está boa’. Se pra montar uma prótese com um modelo já existe uma distância enorme com o paciente, imagina dentro de um software?!”

Principalmente para quem vai desenhar a prótese total (no CAD). Vai fazer encaixar a prótese em um ambiente resiliente, todo cheio de músculo, com língua, … essa dinâmica toda, mais a saliva, mais o alimento entre os dentes.

Então, eles precisam entender. A viscosidade de saliva interfere na prótese total. Ele precisa entender de fonética, de espaço funcional livre. Esses conceitos básicos. O fluxo digital veio para agregar, mas não para nos isentarmos do conhecimento técnico, do conhecimento analógico. Independente das máquinas, materiais ou tecnologias que você for utilizar, o nosso paciente é o mesmo. (Renata Vano)

Uma das coisas boas deste momento em que vivemos é o maior acesso à informação, com tanta disseminação de conteúdo de qualidade e de fácil acessibilidade. As Lives têm agregado muito conhecimento, embora em forma de bate-papo, portanto, mais descontraído, as dicas e os insights são bastante valiosos para quem acompanha essas programações comprometidas com o progresso e a responsabilidade da informação.

Esta foi apenas uma fração deste conteúdo de grande valia para a classe protética brasileira. Ainda porque compartilhado por uma grande profissional do setor quem tem investido cada vez mais em conhecimento. Sobre o prêmio que ganhou no campeonato mundial de prótese total, brincou: utilizei esse dinheiro pra adquirir mais conhecimento. Fui fazer o curso do Richard Greenlees em Frankfurt que eu tanto queria.

“… ele (Richard Greenlees)  não trabalha com a função, ele trabalha com a face do paciente. É muito interessante a técnica dele. Eu fui até Frankfurt pra assistir uma aula dele – se você quer saber como fazer uma prótese total que não parece prótese total, procura conteúdo dele. Os trabalhos são maravilhosos. O meu dinheirinho que eu ganhei no concurso eu já investi em conhecimento. Tem que estar sempre se renovando.”

Aconselhamos acompanhar Renata por aí (Instagram: @renata_vano)! E por falar em acompanhar, a técnica ainda citou que que o ‘boom’ da sua carreira se deu através das redes sociais (motivação e inspiração) e que acompanhou e acompanha muitos profissionais que admira e que se inspira em seu dia a dia e sua busca por constante evolução. Para os que não vão conseguir rever este conteúdo (ele está disponível aos associados em nova plataforma digital com conteúdos exclusivos) vamos citar alguns deles: além de Richard Greenlees, Alessandro Ielasi da Itália, Ricardo Soares de Portugal e Marta Mattioli da Argentina.

Ah, e não deixe de acompanhar nossa programação de Lives (Instagram: @apdespbr). Está muito bacana! Só convidado que vale a pena a sua atenção! 😉

Até a próxima.

Obs.: essas dicas extras e esse vídeo com a live gravada ficou disponível em nosso Telegram. Acesse e acompanhe as atualizações em nosso canal do Telegram! 

 

Redação Canal da Prótrese

Deixar um comentário