APDESPbr - O CANAL DA PRÓTESE ODONTOLÓGICA BRASILEIRA
Placa oclusal

O controle do bruxismo é uma necessidade básica; entenda o papel da placa oclusal

Problemas com bruxismo estão cada vez mais frequentes na sociedade atual, e as causas podem ser diversas. Nesse cenário, é função do cirurgião-dentista e do técnico em prótese dentária realizar procedimentos seguros para o controle das consequências desses movimentos parafuncionais. Um dos mais recomendados é o uso da placa oclusal, mas você sabe quando e por que utilizá-la?

Nesta matéria, vamos entender o impacto de problemas como o bruxismo e as disfunções temporomandibulares (DTMs) e a importância do controle, em especial com as placas oclusais. Além disso, abordaremos o trabalho dos técnicos em prótese dentária na confecção dessas placas e como a odontologia digital tem beneficiado esse processo.

 

Para falar sobre o tema, convidamos Roberto Ramos Garanhani, cirurgião-dentista, especialista em prótese e em DTM, mestre em implantodontia e professor da Zenith. Criador do projeto Placa Social, Roberto utiliza as redes sociais para expandir a conscientização do bruxismo em vigília e sobre o uso da placa oclusal no bruxismo do sono.

A placa oclusal não é recomendada para qualquer caso de bruxismo

Existem dois tipos de bruxismo, o em vigília e o do sono. O bruxismo em vigília, é o hábito de encostar, apertar ou ranger os dentes durante o dia, seja por estresse, ansiedade ou concentração. Já o bruxismo do sono, como diz o próprio nome, é o hábito de realizar estes mesmos movimentos ao dormir. Entender a diferença entre os dois é fundamental, pois a placa oclusal não é a primeira indicação para o em vigília.

Durante a pandemia, o número de casos de bruxismo em vigília aumentou, e cerca de 40% da população sofre com esse problema, segundo a Organização Mundial da Saúde. As causas desse crescimento podem ser diversas, incluindo o aumento de estresse e ansiedade na população, mas Roberto observa a importância do diagnóstico correto:

“É muito importante o correto diagnóstico do bruxismo, pois durante a pandemia o bruxismo que mais aumentou foi o de vigília, onde a placa não é uma indicação primária. Sendo identificado o bruxismo do sono, que também aumentou durante este período, o uso da placa oclusal é essencial para o controle.” (Roberto Ramos Garanhani)

O controle do bruxismo como uma necessidade básica

Como explica o cirurgião-dentista, caso não seja tratado, o bruxismo pode causar uma série de problemas ao paciente. Por isso, é importante não só pensar no tratamento, mas principalmente na prevenção.

“O bruxismo pode quebrar ou desgastar dentes e restaurações, e é um dos fatores envolvidos nas lesões cervicais não cariosas e problemas periodontais. Também sobrecarrega periodonto, ATMs e musculatura, podendo estar relacionado às disfunções temporomandibulares e algumas cefaleias.” (Roberto Ramos Garanhani)

De acordo com Roberto, o controle da oclusão como estratégia preventiva desse problema é de extrema importância, pois o bruxismo continuará sendo uma preocupação no futuro:

“A importância do diagnóstico e controle do bruxismo em vigília e do bruxismo do sono é hoje uma necessidade básica, como a higiene oral.” (Roberto Ramos Garanhani)

Já as DTMs, ou disfunções temporomandibulares, englobam problemas articulares e musculares. Assim, podem causar dores e desconfortos, além da limitação de movimentos mandibulares e ruídos articulares. Nesse caso, as placas oclusais são apenas parte do tratamento. Para essas disfunções, é recomendado uma análise aprofundada para detectar os melhores procedimentos.

 

Para expandir a conscientização desses problemas, Roberto realiza publicações nas redes sociais, acompanhadas de hashtags como #desencosteseusdentes e #souplaqueiro. Hoje, alcança mais de 27 mil seguidores no Instagram @oclupro.

A odontologia digital e o trabalho dos TPDs na confecção da placa oclusal

Presente cada vez mais na rotina de laboratórios de prótese dentária e clínicas odontológicas, a odontologia digital oferece uma série de benefícios para profissionais e pacientes. Em relação à placa oclusal, no entanto, o cirurgião-dentista acredita que ainda existem alguns fatores na confecção digital que ainda não são tão controladas como na confecção tradicional

“O que eu vejo de avanços que ainda estamos esperando são resinas específicas para placas impressas (e blocos também específicos para a fresada), padronização das impressoras 3D e estratégias de cura dessas placas, que influencia na sua rigidez e fragilidade.” (Roberto Ramos Garanhani)

Mas Roberto lembra que, para um trabalho de excelência, a comunicação clínica-laboratorial é o fio condutor na confecção de uma placa oclusal.

“Como qualquer trabalho protético, a parceria com o TPD é essencial para o resultado final. A correta definição da montagem do ASA, das espessuras, do desenho das guias de desoclusão e formato final é resultado desta parceria.” (Roberto Ramos Garanhani)

 O projeto Placa Social

Analisando a crescente importância da prevenção e do tratamento com placa oclusal, Roberto criou o projeto Placa Social, que atua no controle do bruxismo educando a população em geral sobre a postura do sistema mastigatório e confecção e ajustes de placas de baixo custo.

“São estratégias de conscientização da população em geral sobre o bruxismo em vigília e confecção/treinamentos de placas oclusais de baixo custo, objetivando alcançar uma parcela da população que não pode frequentar nossos consultórios particulares.” (Roberto Ramos Garanhani)

O projeto já atuou em diferentes estados do Brasil, tanto com cursos para profissionais quanto com a distribuição de placas oclusais para pessoas que não podem pagar por um tratamento. Todo o trabalho é divulgado no Instagram @placasocial.

“A placa de baixo custo protege dentições já danificadas da população de baixa renda, amenizando problemas que o serviço público não pode custear e aumentado a longevidade dos que são realizados. A melhora da qualidade de vida também é um dado científico.” (Roberto Ramos Garanhani)

Para ele, o objetivo é que o projeto seja aplicado como uma política pública.

“Um sonho seria a inclusão dos objetivos deste projeto como uma política pública governamental. Enquanto isto não é possível, realizo parcerias com prefeituras, universidades e escolas privadas executando o projeto em algumas cidades. Fico à disposição para dividir minha experiência com quem desejar conhecer mais sobre o projeto.” (Roberto Ramos Garanhani)

Há sempre mais para descobrir!

Se você quer saber mais sobre o projeto Placa Social ou a importância da placa oclusal, recomendamos que conheça os perfis do Instagram @oclupro e @placasocial, ambos administrados por Roberto.

E se deseja aprender e estar cada vez mais atualizado nas novidades da profissão, temos uma novidade: a APDESPBR agora é uma comunidade digital, a mais representativa da América Latina no setor da prótese odontológica! 🤩

Conheça nossa nova plataforma, onde você pode ter acesso ilimitado a conteúdos de todo o mercado. Para acessar mais informações e fazer parte, clique aqui e Seja PRO.

Estamos também nas redes sociais (@apdespbr e /apdespbr) e no Telegram, levando as novidades e informações até você! 😉

Redação Canal da Prótrese

Redação Canal da Prótrese

Deixar um comentário