APDESPbr - O CANAL DA PRÓTESE ODONTOLÓGICA BRASILEIRA

Saiba como desenvolver o comportamento inovador da inevitável gestão sustentável

Quando falamos de inovação, muitos pensam em tecnologia. Entretanto, a inovação depende de aspectos que envolvem os costumes modernos da sociedade. Ou seja, inovar é diferenciar-se. E como é possível acompanhar esses costumes? A resposta é clara: adquirindo conhecimento e estando aberto para aderir novos hábitos. E você, está buscando um comportamento inovador?

Na sociedade atual, uma das tendências mais transformadoras é a adoção de práticas sustentáveis, tanto em ambientes laborais, quanto civis. No empreendedorismo, esse tema tem sido amplamente abordado, trazendo discussões que vão além da reciclagem e do desperdício de água.

Em laboratórios de prótese dentária e clínicas odontológicas, por exemplo, uma série de ações podem ser realizadas, levando em consideração princípios como o consumo consciente, a gestão de resíduos, a segurança química, entre outros.

 

Todos esses pontos são capazes de fazer com que os negócios tenham um engajamento positivo não só com os clientes, mas com o mundo. Com o objetivo de levantar alguns desses princípios, a técnica em prótese dentária, Silvia Berlinck, abordou o tema na aula transmitida pela APDESPBR, trazendo práticas eficazes para profissionais inovarem na odontologia.

Agenda 2030 da ONU: como ela pode contribuir para a inovação?

Desenvolvida em 2015 por representantes dos 193 Estados-membros da ONU, a Agenda 2030 é um plano de ação que busca alcançar a paz e o desenvolvimento sustentável. Para isso, foram definidos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, conhecidos como ODS, e 169 metas para que países atuem em parceria, com o objetivo de melhorar a vida das pessoas e a evolução do mundo.

Créditos: Plan International

 

 

Para Silvia, as empresas têm um papel importante nesse movimento global, e por isso é fundamental que profissionais saibam como incluir essas metas em suas rotinas. Isso pode ser feito de diversas formas, mas o primeiro passo é adquirir informação de qualidade.

É através da informação qualificada que conseguimos estimular a participação social, prevenir doenças, incentivar boas práticas e hábitos saudáveis, assumir e cobrar responsabilidades, melhorar a qualidade de vida das pessoas e promover ambientes seguros. (Silvia Berlinck)

Sendo assim, é possível dizer que o conhecimento contribui diretamente para a inovação em qualquer área profissional, incluindo a odontologia. Mas é claro, essa é apenas uma das características mais importantes, porque ainda existem outras a serem consideradas, e é isso que continuaremos acompanhando ao longo dessa matéria.  

Como encontrar o seu propósito e ter um comportamento inovador

Inovar é estar disposto a passar por transformações com o objetivo de revolucionar e estar em constante evolução. Nesse sentido, existe um ponto que precisa estar presente durante todo o processo: o autoconhecimento.

De acordo com Silvia, encontrar seu propósito é fundamental para crescer e compreender seu papel no mundo, e essa é uma parte importante no autoconhecimento. Para descobrir qual o seu propósito, a TPD sugere a utilização da metodologia Ikigai, uma ferramenta que auxilia no alinhamento de expectativas, valores e desejos profissionais.

Créditos: Ikigai Brasil

Segundo os japoneses, todos têm um ikigai, palavra que pode ser traduzida como uma “razão para viver”. Você já parou para analisar o que te faz sentir realizado? Respondendo a algumas questões da mandala ikigai, é possível encontrar o seu propósito e entender melhor sobre seus próprios objetivos. Veja abaixo quais são essas questões:

  •  Paixão: o que você ama fazer?
  • Talento: como o mundo se beneficia dos seus talentos?
  • Missão: por que o mundo precisa das coisas que você faz?
  • Profissão: fazer bem feito e aprender a capitalizar essas habilidades.

No momento de se autoconhecer e entender qual seu ikigai, não existem respostas certas ou erradas, o ideal é que você seja honesto consigo mesmo e consiga compreender quais são seus próprios objetivos.

E como isso pode estar relacionado à sustentabilidade?

Quando um profissional compreende como seu trabalho pode impactar o mundo, ele descobre a importância de alinhar seus propósitos com o que é melhor para a natureza, o que inclui adotar práticas sustentáveis. Então, é possível dizer que a inovação e a sustentabilidade andam juntas. Entretanto, existem alguns obstáculos nesse caminho, os chamados desafios socioambientais.

A exploração irresponsável dos sistemas naturais, a violência gerada pela falta de oportunidades e a falta de acesso à educação são algumas questões que podem prejudicar o crescimento econômico e social do futuro. (Silvia Berlinck)

Então, para reverter esse cenário, é preciso um conjunto de ações. Como abordado anteriormente nesta matéria, o conhecimento é muito importante. Portanto, profissionais que saibam utilizar dessa ferramenta para contribuir positivamente para a evolução sustentável do mundo estarão sempre em vantagem, pois essa é uma característica de um comportamento inovador.

O município de São Paulo conta com mais de 12 milhões de habitantes produzindo cerca de 20.000 toneladas de resíduos sólidos por dia. Todo esse volume tem grande impacto na natureza, afinal, a minoria é reciclada ou reaproveitada. Por isso, os dados mostram a importância de falarmos sobre consumo consciente e gestão de resíduos.

Antes de falarmos sobre a poluição e o descarte, nós precisamos incorporar em nossas ações o consumo consciente. Então, precisamos conhecer as normas e as regulamentações para trazer soluções para a gestão de resíduos na cidade de São Paulo e no Brasil (Silvia Berlinck)

A inovação nos processos de consumo, produção e descarte de materiais

A gestão de resíduos tem um papel importante na inovação de laboratórios de próteses dentárias e clínicas odontológicas. Afinal, muitos dos resíduos odontológicos são químicos e, por isso, demandam diferentes estratégias de gerenciamento. Então, quando falamos sobre a importância do descarte adequado de materiais, estamos falando sobre a segurança da sociedade.

Portanto, um modelo de negócio que inclua o uso eficiente de recursos naturais, o crescimento econômico inclusivo ou qualquer outra boa prática socioambiental, pode ser considerado um projeto responsável e inovador. “Independentemente da natureza do seu negócio, é importante guiar o empreendimento com responsabilidade socioambiental”, afirma Silvia.

Se você é um profissional que tem um comportamento inovador, provavelmente já está aderindo ou começando a aderir práticas sustentáveis, certo? Neste momento, o conhecimento é fundamental para a sua evolução. Então, a dica é: continue acompanhando matérias como essas. Nas nossas redes (Instagram, Facebook e Telegram), você pode ter acesso a diversos conteúdos que te ajudarão nessa caminhada! 

Redação Canal da Prótrese

Deixar um comentário